Nós utilizamos cookies para melhorar o nosso site e a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar no site está a concordar com a utilização de cookies. Encontra aqui mais informações sobre privacidade.

Aceitar.

RONAL GROUP CEO Yvo Schnarrenberger

no BMW Z4 GT3 "Zetti"

Data: 20. Setembro 2018

No Sábado, 18 de Agosto teve lugar a corrida das 6 horas ROWE ADAC Ruhr-Pokal no circuito do Anel Norte em Nürburgring. Foi a quinta de nove provas, que anualmente ocorrem no âmbito do campeonato de corridas de endurance VLN em Nürburgring – a maior série de desporto recreativo do mundo. Entre os que assistiram – e pela primeira vez também como piloto – esteve o nosso CEO Yvo Schnarrenberger.

Como surgiu a ideia desta visita e da primeira participação na corrida? Yvo Schnarrenberger “Peter Posavac, o proprietário e piloto do Zetti do grupo PP convidou-me, como agradecimento pela nossa colaboração espetacular na corrida das 24 horas em meados de maio – nós como RONAL GROUP demos um grande apoio à equipa – para a corrida das 6 horas ROWE. Cheguei a Nürburgring na quinta-feira, dois dias antes da corrida e fiz primeiro apenas uma volta com o meu Porsche.”

Tudo começou a sério na sexta de manhã pelas 9.30 no treino de ajuste para a corrida no sábado. No início Yvo faz três a quatro voltas, como passageiro de Peter Posavac, na pista do Grande Prémio, primeiramente com “Slicks”. Em seguida foi preciso trocar os pneus do Zetti para pneus de chuva e o nosso CEO pode pilotar ele mesmo a primeira volta, com Peter como passageiro. Depois de uma pausa, Yvo voltou ao volante desta vez com Jörg Müller, piloto profissional de corridas e do Zetti, no banco do passageiro. “Deu-me ótimas dicas, especialmente para as curvas. Em seguida, foi ele mesmo para o volante e explicou-me na prática como obter os melhores resultados.”

Depois de uma pausa a meio do dia – Yvo foi sozinho para a pista e conduziu com velocidades máximas de 240km/h. “Na sexta de manhã, já me tinha perguntado se tinha feito bem em aceitar o convite” sorri. “Mas”, sua conclusão é de que “o Zetti e eu estamos completamente ligados! Foi a primeira vez que conduzi um carro destes, para mim foi inesperado e era um sonho de criança por realizar e sempre quis fazer isto.“ E o que foi mais desafiante para o nosso CEO? “A partida não foi fácil e foi uma situação de stress para mim, mas não estrangulei!”, esclarece Yvo com orgulho. “Além disso foi preciso coragem e superação para passar pelas curvas em vez de travar.” Especialmente marcantes foram todos os mecânicos, que têm de estar afinados uns com os outros, bem como a coordenação entre a equipa e o piloto – “é exigido um super trabalho de equipa!” Também teve sempre imenso respeito por todos os outros carros na pista.

Apesar da sua fantástica prestação para um novato das pistas de corridas Yvo sente que ainda tem potencial para melhorar: “Gostava de conseguir fazer as curvas mais depressa. Mas sei que isso exige grande treino e conhecimentos. Eu estava no limite como piloto. O carro não. Para mim tratou-se sobretudo da alegria de conduzir e não de ter de provar algo.”

E o que dizem os copilotos Perter e Jörg das primeiras voltas do nosso CEO no Zetti?

Peter:
“Eu já tinha ouvido dizer que Yvo gostava de carros rápidos e queria mostrar-lhe a minha gratidão pelo seu apoio. É algo de verdadeiramente especial conduzir um carro de corridas GT3 na pista. O interessante foi ele ter sido tão arrojado – tinha tido sentimentos mistos, para ser sincero. Mas estes desapareceram depois das primeiras curvas! Yvo sentiu-se muito confortável e isso viu-se logo como passageiro. Conduzia sempre de forma fiável e constante e melhorava de volta para volta. Por isso não tive qualquer hesitação em o deixar ir sozinho para a pista. Foi espetacular e ele adorou.”

Jörg acrescenta:
“Também Yvo dominou lindamente o Zetti! Sabendo nós que o Z4 GT3 do Grupo PP é um dos carros mais rápidos no Anel Norte fiquei surpreendido com a forma como Yvo segurou o carro e como registou com precisão aquilo que lhe tínhamos contado sobre o nosso bólide. Estes carros, com a sua eletrónica complexa, não são fáceis de controlar mas Yvo aplicou imediatamente tudo aquilo que lhe explicaram. Espero que tenha passado um bom momento connosco e que não seja a última vez que se senta no Zetti.”