Nós utilizamos cookies para melhorar o nosso site e a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar no site está a concordar com a utilização de cookies. Encontra aqui mais informações sobre privacidade.

Aceitar.

Apresentação da Fullchamp

A nossa fábrica em Taiwan

Data: 26. Junho 2019

A nossa filial asiática Fullchamp em Nantou (Taiwan) produz para nós anualmente cerca de 200000 jantes forjadas de alta qualidade para o setor de veículos utilitários e para a nossa marca SPEEDLINE TRUCK. Falámos com Yahn-Shen Tsai, diretor desde 2013 da Fullchamp.

Y.S., quem fundou a Fullchamp e porquê?

A Fullchamp (FCT) foi fundada em 2002 por Long-Yi Wei, o pioneiro da tecnologia de forja na Ásia. A tecnologia da FCT provém originalmente da indústria aeroespacial. Na altura havia uma tendência para reduzir o peso nos componentes de aviões e de veículos. A forja possibilita produtos mais leves com elevada resistência. Em 2005 deu-se início à produção de jantes forjadas grandes para camiões pesados. A partir de 2007 começámos a fornecer fabricantes de veículos utilitários nos EUA e transformámo-nos assim num importante fornecedor de jantes forjadas.

Conte-nos mais sobre os motivos da aquisição por parte do RONAL GROUP em 2012. Como foi passar a fazer parte do RONAL GROUP?

A Fullchamp foi adquirida em 2012 pela maior fabricante de jantes da Europa, o RONAL GROUP, porque a FCT tem bastante experiência na tecnologia de jantes forjadas e especializou-se em jantes forjadas para camiões, automóveis ligeiros e motas. O RONAL GROUP já era conhecido na Ásia e assim a Fullchamp passou a ser o primeiro e até hoje o único local de produção e gestão do grupo na Ásia. A Fullchamp está, desde há mais de dez anos orientada para a tecnologia de forja e foi inclusivamente a pioneira nesta região. Com a fusão a FCT entrou em grande estilo no mercado do fabrico automóvel europeu. A FCT aprendeu a deixar entrar o estilo de gestão e o controlo de qualidade da RONAL na sua cultura local e combinou isto com as suas próprias técnicas para alcançar um elevado rendimento e implementar o valor da empresa da responsabilidade social.

Quantos colaboradores tem? Provêm principalmente de Taiwan ou também de outros países? Quais são as suas principais competências?

Temos cerca de 250 colaboradores. Cerca de 75 por cento provêm de Taiwan e trabalham na maioria das áreas da empresa. Um quarto provém da Tailândia e trabalha principalmente como operador de sistemas. As suas competências principais são o Know-how e a experiência em fabrico de peças forjadas bem como um grande sentido de responsabilidade e espírito de equipa.

Como se processa a colaboração com os colegas da Europa? Observa diferenças culturais e comunitárias?

A colaboração com europeus é interessante e oferece-nos oportunidades de conhecer valores diferentes, estilos de trabalho e novas abordagens da solução de problemas. As pessoas de origens diferentes necessitam, de algum tempo para confiarem umas nas outras, mas depois o trabalho em equipa funciona cada vez melhor. Diferenças culturais já existem; por exemplo os europeus expressam os seus pontos de vista e opiniões de forma muito direta enquanto as pessoas de Taiwan, pensam primeiro nas coisas antes de as expressar. Contudo também existem pontos em comum. O que nos une é a nossa grande vontade de concluir as tarefas de trabalho, a nossa paixão e ambição de fornecer produtos e serviços de primeira classe. Este é também um dos motivos para a nossa fusão.

O que torna as jantes forjadas tão especiais em comparação com as jantes de alumínio comuns?

As jantes forjadas correspondem à tendência de mercado de jantes High-End. As jantes de alumínio forjadas da FCT apresentam uma elevada resistência com peso reduzido e oferecem assim um melhor rendimento. As nossas jantes forjadas, no que se refere à resistência das suas propriedades mecânicas, são avant-garde, uma vez que a sua estrutura molecular não se altera durante o processo de forja.

Além disso, a Fullchamp dispõe de tecnologias, que se encontram ao mesmo nível das das aeronaves e veículos espaciais, como composições de materiais e moldes de forja exclusivos, que foram concebidos com métodos de engenharia especiais, bem como rigorosos e comprovados processos de tratamento térmico para fabrico. Assim se melhora ainda mais a resistência dos materiais.

Porque motivo é que a sua empresa se especializou em jantes forjadas para veículos utilitários para o RONAL GROUP? A produção de jantes forjadas para veículos utilitários é diferente da dos veículos ligeiros? Quais são os desafios?

A forja oferece para a construção de veículos utilitários maiores vantagens técnicas do que para automóveis ligeiros. No caso dos veículos utilitários o principal é a resistência das propriedades mecânicas e a capacidade de carga enquanto que no caso de automóveis ligeiros o mais importante é o perfil ou a velocidade. Também no fabrico de jantes forjadas existem diferenças: O fabrico de jantes para veículos utilitários foca-se na forja, Flowforming e tratamento térmico, o das jantes de veículos de passageiros centra-se na rotação e fresagem. O cálculo da resistência é um passo decisivo da engenharia de fabrico para jantes de veículos utilitários o que também atua sobre a eficiência da produção. A FCT investe neste produto e nas respetivas pessoas e recursos materiais para garantir um serviço de primeira classe.

Conte-nos mais sobre o seu centro de testes. O que se passa lá exatamente?

Os testes de laboratório fazem parte da construção do produto. O processo de teste consiste em condições simuladas em estrada e corresponde às mais elevadas exigências por exemplo da TÜV. Através da construção e verificação alarga-se e aumenta-se a competência da nossa equipa de investigação e desenvolvimento. Dispomos de diversos tipos de testes e certificações. O nosso laboratório de teste é certificado pela TÜV Germany e JWL/VIA Japan e permite a execução de diversos testes para verificação da segurança dos nossos produtos, como testes de fadiga radial, testes de desgaste nas curvas, testes de tração, verificações metalográficas, ensaios de impacto e outros testes.