Nós utilizamos cookies para melhorar o nosso site e a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar no site está a concordar com a utilização de cookies. Encontra aqui mais informações sobre privacidade.

Aceitar.

Our Business

CRIAÇÃO DE VALOR SUSTENTÁVEL DESDE O INÍCIO

CONSISTÊNCIA AO LONGO DE TODA A CADEIA DE FORNECIMENTO

    •  Cadeia de fornecimento
A transparência em toda a cadeia de fornecimento é uma questão importante para manter o controlo sobre os efeitos das medidas ao longo do ciclo de vida do produto. Isto porque a maior parte do impacto ambiental ocorre ao longo da cadeia de fornecimento: na extracção de matérias-primas, processamento, embalagem e transporte, até a eliminação.

    •  Alumínio
Para nós, como fabricante de jantes de liga leve, o alumínio é um dos nossos recursos mais importantes. A produção de alumínio primário é um processo intensivo de energia que tem um impacto no ambiente: Com cerca de 76%, o alumínio é responsável pela parte mais relevante da nossa pegada de carbono.

Como contribuição ecológica, actualmente já obtemos 92% do nosso alumínio de membros da «Aluminium Steward Initiative (ASI). Queremos aumentar esta quota para 100% até 2025. Além disso, 50% do nosso alumínio adquirido é comprovadamente produzido com energias renováveis.

O RONAL GROUP é membro da ASI desde 2018 e Apoiante do Downstream e desde Setembro de 2020 também como utilizador industrial – aliás, como primeiro fabricante de rodas a nível mundial. A ASI, organização global sem fins lucrativos para a definição e certificação de normas, agrupa os aspectos éticos, ecológicos e sociais ao longo de toda a cadeia de valor.

    •  Energia
Outras fontes significativas de emissões, responsáveis por 22% do balanço total, são o consumo de electricidade e o consumo de gás para o aquecimento do processo. Por conseguinte, o foco está também na compra de electricidade renovável com certificado de origem ou, sempre que possível, na produção interna com sistemas fotovoltaicos ou centrais de cogeração de energia.

O nosso objectivo é também o de obter toda a nossa electricidade a partir de fontes renováveis até 2025 – hoje a quota é de 33%. Quatro das nossas empresas já utilizam 100% de electricidade verde, parte da qual é produzida pelos nossos próprios sistemas fotovoltaicos.